Anúncios

sexta-feira, 20 de novembro de 2020

Marketing Digital em 2020: saiba quais são as 7 maiores tendências

Marketing Digital em 2020: saiba quais são as 7 maiores tendências


Entra ano, sai ano e o Marketing Digital segue se consolidando como uma das ferramentas mais eficientes para atrair consumidores e ampliar o alcance de uma marca.

O sucesso de estratégias voltadas para a internet atrai empresas de todos os tamanhos, o que faz com que a engrenagem de novidades nesse nicho gire cada vez mais rápido.

Para ser bem-sucedido em 2020, é preciso saber mais do que você sabia em 2019. Afinal, acompanhar as mudanças nas preferências da audiência e ficar por dentro das tendências que surgem a cada dia é fundamental para se destacar em um mercado já caracterizado pela alta competição.

Por isso, é bom se preparar o quanto antes para explorar as novas tecnologias que vêm surgindo e adotar as práticas mais recomendas para lidar com o público atual.

Pensando nisso, elaboramos este texto para listar as 7 principais tendências de Marketing Digital para 2020. Continue a leitura e acompanhe!

1. Uso de chats privados para comunicação

O uso de redes sociais para interagir com consumidores foi uma das grandes revoluções proporcionadas pelo marketing na era da transformação digital.

Esses canais servem como plataformas para atrair a atenção da audiência e, em casos mais avançados, dispõem de chats privados que podem ser usados para o atendimento.

O sucesso na comunicação via mensagem direta em redes como o Twitter e o Instagram fez com que as marcas olhassem com maior atenção para essa funcionalidade.

Os chats privados, afinal, são checados frequentemente pelos usuários e já fazem parte de sua rotina digital. Podemos dizer que é uma versão mais jovem e atual do email.

Seguindo esse pensamento, por que não investir na comunicação em aplicativos que, em essência, funcionam como chats privados?

É o caso, por exemplo do WhatsApp, cujas funcionalidades já vem sendo utilizadas para vendas há algum tempo. A tendência é que isso aumente e se expanda para outras áreas, como a nutrição de leads.

Em vez de oferecer uma newsletter, por exemplo, algumas marcas já oferecem aos seus seguidores a inclusão em grupos do WhatsApp ou em listas de transmissão.

A popularidade do aplicativo, que o levou a ser comprado pelo Facebook em 2014, contribui para a eficácia desse tipo de abordagem.

Agora imagine se, além de servir como canal de atendimento e divulgação, o chat privado possa servir como ferramenta para a conclusão de compras.

Trata-se de uma tendência provável de ser desenvolvida. Na Índia, o app já permite a transação de dinheiro entre usuários, o que facilita a vida de empresas. Enquanto o serviço não é disponibilizado no Brasil, já é uma boa ideia se programar para explorá-lo assim que possível.

2. Ampliação do investimento em inteligência artificial

inteligência artificial chegou para ficar. Hoje, a tecnologia já é aplicada em recursos como os chatbots, atendentes virtuais que simulam um humano e conseguem aprender com as interações com os usuários.

A tendência é que esse tipo de aplicação seja apenas o começo de uma expansão de possibilidades.

Um exemplo que não deixa dúvidas da importância dessa tecnologia é o crescimento das buscas por voz. Já em janeiro de 2018, o número de pesquisas na internet utilizando esse recurso já ultrapassava a marca de 1 bilhão por mês. Sua popularidade, então, não é a grande novidade.

O que muda é que o desenvolvimento tecnológico vem tornando a experiência dos usuários cada vez mais qualificada. Hoje, a maioria dos serviços de reconhecimento de voz consegue processar até falas mais confusas, como as proferidas por crianças pequenas. Tal tecnologia é, portanto, algo cada vez mais presente na rotina das pessoas.

Cabe às empresas, então, usar essa tendência para ampliar a própria presença.

Ao otimizar o marketing em serviços como o Waze e o Google Maps, por exemplo, você vai permitir que assistentes virtuais, como a Alexa, encontrem e recomendem seu estabelecimento aos usuários em localizações próximas.

3. Aumento da personalização da experiência

Se você acessar qualquer rede social, notará que o feed traz, com frequência, recomendações baseadas em sua experiência na internet.

Os assuntos que você mais se interessa, os canais que você mais acessa e até perfis de possíveis conhecidos são oferecidos para enriquecer e personalizar sua navegação.

Nada disso é por acaso. A personalização dos conteúdos para agradar ao usuário é uma tendência que vem se desenvolvendo há algum tempo e promete alcançar seu pico em 2020.

Se você não conhece a importância desse movimento para os seus resultados. Segundo uma pesquisa da Accenture Interactive 91% dos consumidores se declaram mais propícios a comprar com marcas que trazem ofertas e recomendações relevantes aos seus interesses. Bem, se você aplica uma estratégia de email marketing já sabe o que isso significa, não é?

A personalização no envio de ofertas e no oferecimento de newsletters já é algo considerado essencial. A tendência é que esse canal, em 2020, receba ainda mais atenção.

4. Valorização da transparência de empresas

Para personalizar a experiência dos usuários, é primordial contar com dados da audiência. Só assim é possível saber suas preferências, horários de maior interação e até as informações mais básicas, como nome, gênero e endereço de email. O crescimento do uso desses dados, contudo, gerou um efeito negativo.

Sem regulamentação clara sobre o assunto, diversas companhias utilizam os dados de consumidores de forma questionável. Isso veio à tona em casos recentes de vazamento, como o protagonizado pelo Facebook. O resultado natural é a desconfiança desenvolvida por grande parte do público.

Se por um lado as empresas que utilizam práticas duvidosas encontram maior dificuldade para se relacionar com a audiência, aquelas que prezam pela transparência conseguem se destacar.

Um estudo apontou que companhias produzindo conteúdo de forma honesta conseguem reter até 94% dos clientes.

Adotar esse tipo de política é algo mais essencial se pensarmos na iminência da Lei Geral de Proteção de Dados, que entra em vigor em 2020. Com ela, além de agradar ao consumidor, a adoção de princípios transparentes passa a ser importante para evitar punições legais. Confira o que você pode fazer para botar sua empresa nesse caminho:

  • estabeleça os valores, a missão e a visão do seu negócio;
  • deixe claro que seu interesse não se resume aos lucros;
  • responda com honestidade aos questionamentos dos consumidores;
  • só utilize dados sob permissão de seus donos;
  • abra espaço para os feedbacks e valorize sua importância.

5. Expansão da busca visual

busca visual é um recurso cada vez mais frequente em buscadores, que permite que uma pesquisa se inicie a partir de uma imagem enviada pelo usuário, que pode ser até mesmo um printscreen.

Trata-se de uma tendência que segue a linha de otimização constante da experiência dos usuários.

O uso de figuras para a realização de buscas é mais interessantes do que o de textos ou áudios por um simples motivo: 90% das informações transmitidas ao cérebro humano são em forma de imagem (que inclusive são processadas 60 mil vezes mais rápido que qualquer texto). Então, como o marketing pode explorar isso?

Um método muito interessante é a integração desse tipo de busca com e-commerces.

Ferramentas como o Pinterest Lens permitem que o usuário, ao ver um item que o interessa em uma imagem, possa buscar artigos semelhantes nos catálogos de lojas digitais com apenas um clique.

Por isso, é fundamental manter seu inventário atualizado e otimizar o SEO, especialmente o relacionado às imagens. Inserir title tags e descrições é fundamental para que o algoritmo de busca entenda do que se trata a figura e possa relacioná-la às pesquisas realizadas pelos usuários.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Criteo, empresas que investirem nesse recurso vão, até 2021, experienciar um aumento de até 30% em suas margens de lucro.

Além disso, segundo a Slyce, o uso da busca visual já aumenta as visualizações do produto em 48%, a taxa de permanência no site em 58% e causa um aumento de 9% no ticket médio.

6. Criação de conteúdos em áudio

Assim como as imagens, o áudio é um elemento que vem se popularizando no Marketing Digital, principalmente no que diz respeito às buscas por voz. Porém, a tendência vai muito além da mera realização de pesquisas por meio da fala.

Em busca de experiências cada vez mais ágeis e eficientes, os usuários têm dado muita atenção a conteúdos sonoros.

A mera inclusão de um player como alternativa à leitura de um texto torna o conteúdo mais atraente para a audiência, que pode apertar o play e se dedicar a outras tarefas de forma simultânea.

Isso é apenas um indicativo da força desse tipo de conteúdo. Se você quiser mesmo explorar os benefícios de um material disponibilizado por áudio, valer considerar a criação de num podcast.

Esse tipo de mídia apresenta um grande crescimento. Só nos Estados Unidos, o número de ouvintes praticamente triplicou na última década.

Se o podcast trouxer um conteúdo considerado de valor, seu efeito na audiência é enorme. Como se trata de uma oferta gratuita, o cliente vai se sentir privilegiado por ter acesso às informações do programa. O resultado é a recomendação para terceiros e a ampliação do alcance orgânico da sua marca.

Vale lembrar que, assim como os conteúdos criados para o seu blog, o podcast não precisa — nem deve — ser relacionado diretamente ao seu produto. A ideia é criar uma experiência diferenciada para sua persona e, a partir disso, expandir sua autoridade no mercado.

7. Crescimento do uso da análise de sentimento

Quando fazemos um post em uma rede social, tentamos gerar reações positivas na audiência, concorda?

Geralmente, a partir dos comentários deixados pelas pessoas que visualizam o conteúdo, é possível assumir se ele causou uma reação agradável ou não, mas isso fica complicado quando o volume de interações é muito grande.

Mais uma vez, a inteligência artificial vem ao resgate. Por meio da combinação de técnicas de Processamento de Linguagem Natural (PLN) e machine learning, já existem sistemas capazes de atribuir pontuações ponderadas de sentimentos às frases deixadas por usuários da internet. É o que chamamos de análise de sentimento.

O objetivo é classificar os comentários como positivos, negativos ou neutros de forma automática. A partir disso, é possível estabelecer uma média do sentimento geral da audiência.

Uma das métricas mais utilizadas nesse sentido é a saúde do monitoramento, calculada com a divisão dos comentários neutros ou positivos pelo total de interações.

Isso se torna possível a partir da análise de palavras-chave deixadas pelos usuários, como “gostei” “odiei” etc. Com o tempo, a capacidade de aprendizado do sistema permite que ele aprimore os critérios utilizados para mensuração.

Com esse tipo de insight, você pode manter sua estratégia de conteúdo em constante otimização. Afinal, será possível notar padrões e identificar os tipos de linguagem, elementos visuais e gatilhos causam no público o sentimento desejado pela equipe de marketing.

O melhor de tudo é que esse tipo de análise não se restringe às suas redes sociais. Basicamente, qualquer estrutura de dados que contem com conteúdos textuais podem gerar insights sobre o sentimento de quem publicou. Assim, é você pode usar o recurso para monitorar a opinião pública sobre a marca ou sobre produtos específicos.

Para atuar com excelência no mercado atual, é preciso mais do que bons produtos e serviços. Sua empresa precisa saber como utilizar os recursos disponíveis de modo a oferecer as melhores experiências para o consumidor e possibilitar o aumento das oportunidades de negócio.

Por isso, acompanhar as tendências de Marketing Digital é papel fundamental de qualquer profissional da área. Essas mudanças são sempre ligadas ao comportamento do público, cujo entendimento é fundamental para a elaboração de estratégias eficientes.

APRENDA COMO MONTAR UM PEQUENO NEGÓCIO EM 10 PASSOS

APRENDA COMO MONTAR UM PEQUENO NEGÓCIO EM 10 PASSOS

Quer começar a empreender e trabalhar para si mesmo? Veja algumas dicas relevantes para você montar um pequeno negócio.

Não é fácil montar um pequeno negócio.

Você precisa pensar em uma ideia de negócio única, projetar uma carreira e trabalhar para conseguir sua tão sonhada independência financeira.

E mesmo fazendo tudo isso, ainda existem muitas pequenas empresas que não estão se desenvolvendo com sucesso. Então, é bastante desafiador quando você decide mergulhar de cabeça e se tornar um pequeno empresário.

Por isso, listamos em 10 passos como montar um pequeno negócio e ter sucesso. Lembre-se de seguir todas as etapas.

1. Faça uma pesquisa

mulher pesquisando sobre possibilidades

Depois que você identificar qual o negócio vai querer montar, é hora de equilibrar a ideia com a realidade.

A sua ideia tem potencial para fazer sucesso? Você precisará executá-la através de um processo de validação antes de avançar.

Para que uma pequena empresa seja bem-sucedida, ela deve resolver um problema, satisfazer uma necessidade ou oferecer algo que o mercado deseje.

Há várias maneiras de identificar essa necessidade, incluindo pesquisas, grupos focais e até mesmo o método de “tentar até dá certo”.

Ao explorar o mercado, você deve responder algumas perguntas, como:

  • Existe uma necessidade de seus produtos/serviços?
  • Quem precisa deles?
  • Existem outras empresas oferecendo produtos/serviços similares?
  • Como é essa competição?
  • Como o seu negócio se encaixa no mercado?

2. Elabore um plano de negócios

plano de negócios em produção

Você precisa de um plano de negócios para tornar sua ideia algo real.

Esse planejamento é um modelo que lhe orientará desde a fase de inicialização até o estabelecimento e, eventualmente, o crescimento do negócio.

A boa notícia é que existem diferentes tipos de planos para diferentes tipos de negócios.

Sendo assim, se você pretende obter apoio financeiro de um investidor ou instituição financeira, um plano de negócios tradicional é obrigatório.

Esse tipo de planejamento, geralmente, é longo e completo.

Além disso, deve ter um conjunto comum de seções que investidores e bancos buscam quando estão validando sua ideia.

Se você não souber a qual tipo de apoio financeiro recorrer, um plano de negócios simples de uma página pode dar-lhe clareza sobre o que você espera alcançar e como planeja fazê-lo.

3. Planeje suas finanças

plano financeiro em construção

Começar um pequeno negócio normalmente não requer muito dinheiro.

Contudo, dependendo do ramo, pode envolver muito investimento para manutenção inicial, bem como a capacidade de cobrir as despesas antes de conseguir obter lucro.

Por isso, junte em uma planilha os custos estimados para iniciar sua empresa, tais como: seguros, evento de inauguração, equipamentos, aluguel etc.

---> Não se esqueça de nada!<---

Tudo, até um lápis, precisa entrar na planilha.

Agora que você tem em mente uma quantia aproximada do que gastará, há várias maneiras de financiar seu negócio, incluindo:

  • Financiamentos;
  • Subsídios para pequenas empresas;
  • Investidores-anjo;
  • Financiamento colaborativo.

Você pode achar que algumas opções funcionam muito melhor que outras, mas o objetivo é encontrar a alternativa mais interessante e criar um plano para tirar seu pequeno negócio do papel.

4. Escolha uma estrutura comercial

pessoa escrevendo em uma folha

Seu pequeno negócio pode ser uma empresa unipessoal, uma parceria, uma empresa de responsabilidade societária limitada ou uma corporação.

No entanto, o tipo de entidade comercial que você escolher afetará muitos fatores do seu negócio, a sua responsabilidade e a forma como você arquiva seus impostos. Você pode escolher uma estrutura comercial inicial e, posteriormente, reavaliar e mudá-la à medida que sua empresa cresce.

Dependendo da complexidade do seu negócio, vale a pena consultar um advogado ou um contador para garantir que você esteja fazendo a escolha da estrutura certa.

5. Escolha e registre seu nome comercial

mulher pensativa

O nome da sua empresa desempenha um papel importante em quase todos os aspectos do seu negócio, então, ele precisa ser bom.

Desse modo, é recomendado que você pense bastante antes da decisão final.

Depois, você precisará verificar se a marca comercial está ou não atualmente em uso. Se não estiver, registre-a. Não se esqueça também de registrar o nome de domínio do seu site depois de ter selecionado o nome da sua empresa.

6. Obtenha licenças e permissões

pessoas assinando contratos

A papelada é parte do processo quando você inicia seu próprio negócio.

Há uma variedade de licenças e autorizações de pequenas empresas que podem ser aplicadas à sua situação, dependendo do tipo de negócio que você está iniciando e onde ele está localizado.

Nesse sentido, você precisará pesquisar quais licenças e permissões que se aplicam ao seu negócio durante o processo de inicialização para aplicá-las.   

7. Crie um sistema de contabilidade

pessoa escrevendo em uma caderneta

As pequenas empresas se desenvolvem mais eficazmente quando há sistemas no local. E um dos mais importantes é o sistema de contabilidade.

Ele é necessário para criar e gerenciar seu orçamento, definir suas tarifas e preços, conduzir negócios com terceiros e arquivar seus impostos.

Você pode configurar seu próprio sistema de contabilidade ou contratar um contador, o que normalmente costuma sair mais em conta no início.

Agora, se você decidir começar por conta própria, certifique-se de considerar questões que são vitais ao escolher o software de contabilidade.

8. Encontre o local ideal

pessoa olhando a vista de seu imóvel

Encontrar o local ideal para seu pequeno negócio é muito importante para seu desenvolvimento.

Ele pode ser no escritório de sua casa, um espaço com vários gabinetes compartilhados ou uma sala privada.

Seja ele qual for, você precisará pensar sobre sua localização, equipamentos e configuração geral.

Fique atento também para saber se seu lugar comercial funciona para o tipo de negócio que você está fazendo.

Você precisará pensar, ainda, se é melhor comprar ou alugar seu espaço.

9. Prepare a sua equipe

colegas de trabalho em reunião

Se você for contratar funcionários, agora é a hora de iniciar o processo.

Certifique-se de separar um tempo para descrever as posições que precisam ser preenchidas e as responsabilidades que cada posição irá gerenciar.

Caso você não contrate funcionários, mas sim trabalho terceirizado independente, procure um advogado para obter seu contrato de contratado independente e começar sua busca. Se você for autônomo, talvez não necessite de funcionários ou contratados, porém, ainda precisará de sua própria equipe de suporte.

Esse time pode ser composto por um mentor, treinador de pequenas empresas ou mesmo sua família, e serve como seu recurso para conselhos, motivação e tranquilidade quando tempos ruins chegarem.

10. Promova a sua pequena empresa

duas pessoas de frente para o computador

Uma vez que seu pequeno negócio já esteja funcionando, você precisa começar a atrair clientes.

Já ouviu falar de Unique Selling Proposition (USP, não confunda com a Universidade de São Paulo)?

Criado no início da década de 1940 pelo publicitário norte-americano Rosser Reves, trata-se de características de um determinado produto ou serviço. O que diferencia o seu produto ou serviço dos restantes?

É extremamente importante saber, pois é o que lhe permitirá construir uma estratégia eficaz para atrair clientes.

Conclusão

Você também pode criar um plano de marketing se achar mais simples.

Em seguida, explore ideias de marketing de pequenas empresas já existentes para que você possa decidir como promover o seu negócio de forma mais competente.

Animado para criar o seu próprio negócio? Estamos torcendo por você! Lembre-se antes de tudo de organizar suas finanças.

Afinal, você precisará de dinheiro e de que seu orçamento esteja saudável para não se endividar nem entrar em falência.

sexta-feira, 10 de julho de 2020

Como ganhar Dinheiro com Blog - Dicas simples para Você Aplicar Hoje mesmo


Procurando Ideias para Ganhar Dinheiro Com Blog de forma honesta? Veja neste artigo Como Ganhar Dinheiro com Blog com Dicas simples e Fáceis de Aplicar.

VEJA TAMBÉM: Como ter sucesso na vida: 12 maus hábitos que você precisa evitar


O empreendedorismo digital tomou conta da internet, são infinitas possibilidades de se envolver profissionalmente em uma atividade lucrativa e prazerosa, uma delas é por meio da criação de blogs. Quem está solidamente no ramo garante que ganhar dinheiro com blog é uma realidade.

Muitas pessoas têm feito da internet sua renda principal e destrinchado todas as oportunidades de ganhar dinheiro online de forma onesta. 

A criação de blog é apenas uma dessas grandes oportunidades, e muitos acreditam que é uma das principais. Pois a partir do blog é possível migrar para outros ramos digitais.

É muito comum ver empreendedores digitais que começaram como blogueiros e por fim foram para outras plataformas, como o Youtube, ou criaram lojas virtuais, tornando possível a monetização do conteúdo por ambas as atividades.

Portanto começar a escrever por um blog pode ser uma atividade muito lucrativa e que irá expandir sua visibilidade e influência na rede. Tornando possível o sonho de muitos: trabalhar em casa ser seu próprio chefe, estabelecer os próprios horários e se tornar um empreendedor.

Mas como ganhar dinheiro com blog?

Continue lendo este artigo que você vai descobrir quais são os principais requisitos e as estratégias fundamentais para ganhar dinheiro com blog de forma honesta.x

Como Ganhar Dinheiro Com Blog


Como ganhar dinheiro com blog - Dicas simples para aplicar hoje mesmo


Quem se propor a investir na criação de um blog deve estar ciente que dedicação é o principal fator que fará diferença no sucesso do empreendimento.

Com o crescimento desse segmento, a concorrência aumenta e a qualidade do conteúdo produzido também.

Criar um blog não é uma tarefa tão fácil assim, como muitos pensam. Não se trata de sair escrevendo assuntos aleatórios para leitores não definidos.

É preciso muita dedicação para produzir conteúdo de qualidade e de fato começar a ganhar dinheiro com blog.

Um blogueiro de sucesso deve ter um conhecimento multidisciplinar, estar sempre bem informado, basear-se em dados reais, possuir escrita correta e coesa, entre outros requisitos exigidos para uma produção de conteúdo de qualidade.

Criar um blog toma tempo, por isso manter a motivação é fundamental para ser um blogueiro dedicado. Escreva sempre sobre assuntos relevantes para você e para o seu público. Dedique-se e faça a diferença entre os demais!

Como Criar um Blog e Torná-lo uma Referência?

como criar um blog e tornar referencia


Há muitas dúvidas quanto à criação e a melhor forma de tornar o conteúdo do blog monetizado, ou seja, rentável. É um processo simples, porém requer planejamento e organização para que seja possível ganhar dinheiro com blog.
 Veja também: Dicas de blogs que se tornaram exemplo na internet

  • Escolha uma boa plataforma para o seu blog

A escolha da plataforma que irá locar o blog é uma etapa muito importante. Pois cada plataforma disponibiliza diferentes tipos de ferramentas.

Além disso, é importante escolher uma plataforma flexível para a implementação de anúncios, que geralmente é a principal fonte de rentabilidade do blog.

Assista tutoriais que explique o funcionamento da plataforma, tal como a inclusão de anúncios e formatações, questões de layout, entre outras que podem influenciar a visibilidade do seu blog.
 

  • Aprenda as possibilidades de como ganhar dinheiro com o blog

Existem duas possibilidades de ganhar dinheiro com blog, a primeira delas é disponibilizando o espaço para anúncios publicitários, e a segunda é tornando o blog um espaço de venda de produtos.

Para atrair o público ideal para acessar aos anúncios ou comprar os produtos, é necessário investir no conteúdo. O melhor caminho é produzir conteúdo para um público específico.

A segmentação do conteúdo permite fidelizar os acessos e possibilitar a lucratividade, pois o cliente terá o seu blog como referência.

  • Atraia fieis leitores

Para que todas as ferramentas publicitárias do seu blog funcionem é necessário que você conquiste um público que esteja sempre presente em suas publicações.

Portanto, sempre faça publicações interessantes e que possam ir de encontro às necessidades do seu público. Além disso, para ganhar dinheiro com blog é necessário estar sempre conectado com seus leitores.

Nada de preguiça! Responda a todos os comentários e seja educado e prestativo.

Um ponto importante e que deve ser levado em consideração são as críticas. Ao expor seu conteúdo na internet, certamente você receberá muitas críticas, entre positivas e negativas.

É preciso levar todas em consideração, e filtrar o que for bom e o que for ruim.

Em hipótese alguma, leve críticas para o lado pessoal e se manifeste contra elas de forma rude. Mantenha sempre uma postura profissional, afinal você quer fazer do blog sua profissão, não é mesmo?

Uma ótima forma de atrair e se conectar aos leitores é criar algum canal de troca entre vocês, seja por meio de promoções ou concursos culturais, é importante manter um relacionamento com o leitor.
 

  • Exporte seu blog para outras mídias e plataformas

O blog não se contém mais exclusivamente na plataforma de escrita. A realidade é que a maioria dos empreendedores digitais expandiram seus blogs para outras plataformas.

A extensão do blog para outra mídia pode acontecer por dois viés, seja pelo crescimento do blog ou pela necessidade de crescimento.

No primeiro caso, devido ao crescimento e a necessidade de contato com o cliente, o blogueiro pode criar lojas virtuais, canal no Youtube, Página do Facebook , perfil no Instagram etc.

Os blogueiros mais recentes já iniciam seu empreendimento usando essa estratégia a fim de proporcionar o crescimento do blog.

Essa é uma iniciativa muito importante, pois traz uma variada opção de rentabilidade. O blogueiro passa a faturar com publicidades em todas essas mídias.


Está gostando deste artigo? Compartilhe em suas redes socias para ajudar outra pessoa que quer aprender como ganhar dinheiro com blog.

  • Facebook 

  • Twitter 

  • Linkedin 


Como Fazer Para Atrair Anunciantes para o Meu Blog?
 

como atrair anunciantes para o blog


Esta é uma tarefa muito simples, basta você se associar a um programa de afiliados. A empresa irá disponibilizar um código para você inserir os anúncios no seu espaço.

O lucro tem início, quando alguém que está lendo no seu blog clicar no anúncio ou realizar uma ação específica.

Existem vários tipos de programas de afiliados, você pode ser remunerado a partir dos cliques no anúncio ou por meio das vendas realizadas de forma indireta por meio do seu blog. Depende do seu tipo de afiliação.

Uma boa e acessível plataforma é o próprio Google Adsense. Basta criar a conta e configurar seus anúncios no site. Depois de configurado, basta copiar o código do anúncio e colar no espaço disponível em seu blog.

A remuneração se dá pela seguinte maneira: quando alguém clica no site, o anunciante repassa uma determinada quantia ao Google, que por sua vez paga uma porcentagem dessa quantia ao blogueiro.

Como Ganhar Dinheiro com Blog Trabalhando com Anúncios de Venda direta de produtos

venda de espacos publicitarios no blog


A venda direta de produtos se tornou a grande fonte de renda da maioria dos blogueiros de sucesso. Ao alcançar visibilidade na rede e grande número de acessos, grandes empresas da área de atuação do seu blog pode procurá-lo para estabelecer parcerias de patrocínio.

Por exemplo, é o caso de grandes blogueiras de beleza, por alcançar muitos leitores, grandes empresas da área de comésticos as procuram para patrociná-las e torna-las embaixadoras de suas marcas.

Para chamar a atenção dessas empresas é necessário se tornar uma referência no que faz. Por isso, a importância de pensar sempre no seu leitor! Você precisa dele, portanto faça tudo da melhor forma para atraí-lo.

A originalidade é um fator diferencial. O leitor encontra muitas informações repetidas e copiadas na rede. Ao encontrar uma nova e útil informação no seu blog, as possibilidades de fidelização do leitor aumentam consideravelmente.

Recapitulando:

Você aprendeu neste artigo os principais requisitos e estrategias sobre como ganhar dinheiro com blog. Agora basta você colocá-los em prática.

E você, tem alguma estratégia para compartilhar conosco? Já aplicou alguma dessas dicas? Compartilhe sua ideia nos comentários abaixo.

Eu vou ficando por aqui!

Até a próxima

quinta-feira, 9 de julho de 2020

"17 Dicas para Crescer no YouTube e Ser Um YouTuber de Sucesso"





Se você está em busca de dicas para ser um YouTuber de sucesso, está no lugar certo!
Além de você encontrar tudo sobre como ser um YouTuber de sucesso, você vai descobrir 7 dicas para crescer o seu canal no YouTube.
Você vai saber exatamente o que eu fiz para sair do zero a 275 mil inscritos em pouco mais de dois anos.
Vou te passar exatamente o que funciona para ganhar inscritos no YouTube.

Como ser um YouTuber de Sucesso

Bom, vamos ao que interessa. Você vai aprender como ser um YouTuber de sucesso e conseguir ganhar milhares de inscritos no seu canal no YouTube.
Concentre-se agora para tirar o melhor proveito destas dicas de YouTube Marketing, que vão te levar ao sucesso com o seu canal no YouTube.


            ⇾ curso que indico para aprender a dvulgar no youtube

#01- Escolha do nome do seu Canal no YouTube



A primeira dica da nossa lista é lá no começo, na fundação do seu canal: O nome do canal.
Apesar de ser uma tarefa difícil para a maioria das pessoas, é fundamental fazer a melhor escolha possível. Antes mesmo de criar o canal propriamente dito.
Para isso, é preciso que você determine, antes de mais nada, qual é o objetivo do seu canal.
Se você pretende divulgar uma marca ou produto;
Se pretende divulgar alguma personalidade (podendo ser você mesmo);
Ou se você quer apenas atuar em um nicho, sem ter uma marca ou personalidade já conhecida.
Nos dois primeiros casos, é fundamental que a marca/produto ou personalidade já tenha alguma, nem que seja pequena, fama no mercado.
Se for o caso, basta colocar como título do canal, o nome em questão.
Caso contrário, você vai se encaixar no terceiro item e, então, é preciso criar um título criativo.
E que – ao mesmo tempo – encaixe alguma palavra-chave relevante para o público do nicho escolhido.
Por exemplo, se você vai criar um canal com conteúdo de jogos, é interessante utilizar palavras-chaves que os usuários utilizam para encontrar este conteúdo, como por exemplo: Gameplay, jogos, games, etc.
Assim, os nomes ficariam “FulanoGames”, “Gameplay do Fulano”, “Jogos do Fulano” e assim por diante.
Ao encaixar uma palavra-chave em um nome interessante, é bem provável que seu público-alvo acabe encontrando o canal, enquanto busca pelo conteúdo que você está querendo produzir.
Você pode também criar o canal no seu nome, fazendo as divulgações da forma certa, você começara a criar autoridade com o seu nome no YouTube.

#02 – Publique vídeos frequência 

A segunda dica desta lista é com relação a periodicidade do conteúdo que você publicará.
É preciso entender que o cérebro humano adora padrões e rotinas. Portanto, o melhor modo de agradar o subconsciente de seus futuros inscritos é fornecer um conteúdo periódico.
Procure descobrir em quanto tempo o seu público-alvo consume a informação dos seus vídeos. E posteriormente a que frequência eles buscam por mais informação.
É a média entre estes dois números que definirá de quanto em quanto tempo você postará um novo vídeo.
Mas, indo além dessa questão da mente humana, temos também o esquema de ranqueamento de canais do próprio YouTube.
Ele define os canais mais bem ranqueados, que têm seus vídeos sugeridos para mais pessoas.
A boa notícia, neste caso, é que o YouTube preza pela periodicidade do canal.
Pois isso mostra para a plataforma que você está, realmente, interessado em criar conteúdo para o YouTube. E não apenas publicando um vídeo “na vida e outro na morte”.
Uma enormidade de pessoas que querem ter sucesso com vídeos no YouTube cometem esse erro, “Não tem constância na gravação dos vídeos”. Chegam a ficar mais de um mês sem subir um vídeo.
Isso é péssimo por diversos fatores e quero destacar dois mais importantes.
O YouTube te Classifica Mal
O YouTube prestigia aqueles que levam seu canal a sério, ajudando na posição dos vídeos e divulgação, recomendando seus vídeos e mandando notificações.
Teu Público te Classifica Mal
As pessoas simplesmente te esquecerão. Deixarão de ver seus vídeos.
Quanto mais vídeos, mais engajado tende a se tornar um público. As pessoas consomem vídeos rapidamente.
Se você tem o conteúdo que elas querem, entregue com frequência ou outra pessoa vai fazê-lo.

#03 – Programe como se fosse um canal de TV

Antes de começar a criar conteúdo, é preciso estipular quais serão as categorias e tipos de vídeo que você planeja publicar para crescer seu canal no YouTube.
Primeiro, porque é muito mais fácil criar conteúdo quando você tem um assunto pré-definido para aquele projeto. 
E é por isso que os canais mais famosos possuem quadros fixos e vídeos organizados em playlists.
Antes de começar a gravar (ou editar) defina quais quadros existirão no seu canal. E como você pode criar os melhores vídeos para o seu público.
Você pode pensar no seu Canal no YouTube como um Canal de TV, e criar uma programação usando as Playlists.
Claro que têm que ser temas relacionados, não tem como no mesmo canal tratar de jogos, emagrecimento e como ganhar dinheiro online.
O ideal é explorar sub nichos dentro do nicho que você já atua, por exemplo, se você atua no nicho de emagrecimento, pode criar um programa de como emagrecer com caminhada.
Pode também fazer um reality da sua vida, onde você fará uma série de vídeos para atingir um objetivo de emagrecimento ou melhora da saúde. Aí é só deixar a criatividade trabalhar.

#04 – Capriche na qualidade dos vídeos

O YouTube se tornou tão importante que cada vez mais vemos vídeos extremamente bem produzidos. Com uma qualidade quase de cinema…
É muito importante você buscar começar da melhor forma possível, levando em conta os recursos que você tem.
Hoje, com os celulares modernos isso está cada vez mais fácil, vamos a algumas dicas…


Crie Vídeos sem precisar aparecer





Capriche na iluminação

Com papelão, papel-alumínio, uma lâmpada de Led e fita isolante é possível fazer um softbox praticamente profissional.
Faça duas, e coloque uma de cada lado de frente pra você. A qualidade da iluminação vai ficar ótima.

Compre uma WebCam Logitech 

Calma! Não estou fazendo propaganda para Logitech…rsrs, é que realmente é muito boa a webcam deles. Grava até em Full HD e é possível adquirir por menos de 400,00.

Use o celular para gravar o áudio

Caso você não disponha de microfones para gravação, é possível usar o fone do celular para gravar o áudio.
Eles funcionam perfeitamente como um microfone de lapela. Importante que seja o fone original do celular.

#05 – Criação do Título e da Thumbnail (Miniatura personalizada)

A quinta dica da nossa lista é com relação ao título e thumbnail de cada um dos vídeos que você publicará. A imagem acima, é um exemplo de uma Thumbnail que eu usei no meu canal.
Se você não sabe o que é a thumbnail, trata-se daquelas imagens que aparecem na hora de escolher um vídeo. Sim, elas são editáveis.
São dois pontos que tem muita, mas muita importância para sucesso dos vídeos e você já vai entender o motivo.

As pessoas vão clicar no vídeo por dois motivos:

1. Se o título corresponde com aquilo que elas desejam saber/ver ou gera o desejo de ver;
2. Se a imagem da miniatura traduz aquilo que elas desejam saber/ver ou gera o desejo de ver;
Por isso o título e a miniatura são tão importantes, eles são decisivos para que seus vídeos sejam visto.
É a forma mais rápida de informar sobre o que será o vídeo. Então estude a melhor forma de criar seus títulos para atrair o público.

#06 – Salve o nome do arquivo com a palavra-chave

Esta pouca gente sabe, mas é de fundamental importância o nome que o seu arquivo de vídeo original (antes de ser postado no YouTube) já esteja com as palavras-chaves relevantes para o canal!
Isso acontece porque o YouTube não leva em conta somente o título que você insere enquanto está fazendo o upload.
Boa parte do ranqueamento dos vídeos se dá pelo nome original do arquivo enviado.
Dessa maneira, sempre que terminar de filmar (e editar), renomeie o seu vídeo para o mesmo título que usará no YouTube.
Ou somente com as palavras-chaves daquele título. Isso ajudará ao YouTube entender qual é o assunto abordado no seu vídeo.

#07 – Aproveite bem a Descrição

A Descrição do vídeo é muito importante para o seu sucesso como YouTube e vai te ajudar demais a ganhar muitos inscritos.
Eu vejo muitas pessoas com vídeos até legais, mas que não sabem usar bem a Descrição dos vídeos no Youtube.

Método para descrição que eu uso:

1. Comece a descrição com uma frase chamativa, com a principal promessa do seu vídeo;
2. Coloque links relevantes, no meu caso coloco o link do WhatsApp, do Blog e o do meu curso;
3. Listo os principais tópicos do vídeo;
4. Escrevo de dois a três parágrafos sobre o tema do vídeo;
5. Mais links relevantes, incluindo o link do próprio vídeo.
Recomendo que você acesse meu canal e veja a forma que eu fiz, você pode usar para se inspirar.
Para você ter uma ideia, o link do curso que eu coloco na descrição é o que mais recebe cliques e consequentemente o que mais faz vendas.
Pronto, com estes cinco passos, você vai aumentar – e muito – o modo como os motores de buscas vão encontrar o seu vídeo e assimilá-lo ao conteúdo buscado através das palavras-chaves.

#08 – Use as Tags corretas

As Tags corretas mostram para o YouTube sobre o tema dos seus vídeos. Vai te ajudar a ser encontrado pelas pessoas e isso é essencial para ganhar inscritos no YouTube.
Você pode também olhas as Tags dos concorrentes e usar estas tags para posicionar o seu vídeo próximo dos concorrentes.
Para isso, basta você adicionar a extensão VidIQ no seu navegador do Google Chrome que ela te mostra todas as informações dos concorrentes.


#09 – Cards e Tela Final

Apesar de não usarmos estes recursos atualmente, eles são muito efeitos para ser um YouTuber de sucesso.
O que eu recomendo é que você teste, se eles vão te ajudar ou não. Depende também do assunto do seu canal, canais de vlog geralmente usam mais.
Os cards ajudam a indicar outros vídeos com mais facilidade e funcionam muito bem nos Smartfones.

Quanto Ganha um YouTuber?

Esta é uma dúvida muito comum daqueles que querem ser Youtubers. Afinal de contas… Quanto ganha um YouTuber?
Um YouTuber pode ganhar dinheiro de várias formas, as três que eu mais gosto são:

Programa de Afiliados

Os programas de afiliados são excelentes, pois você fatura recomendando produtos, como você já tem o canal, fica mais fácil.
Esta também é a forma mais fácil para começar, pois não tem nenhuma restrição.

Google Adsense

Esta é a tradicional monetização de vídeos no YouTube, pra ela funcionar você precisa ter um canal com um certo número de inscritos. O que dificulta para quem está começando.

Influenciador 

Aqui é a mais complicada, pois exige que você já tenha um público grande no seu canal. O Influenciador pode atuar de várias formas, mas de forma geral fala bem de uma determinada marca para sua audiência.

Como Ganhar Inscritos no YouTube

Vamos continuar com as nossas dicas para Youtubers. Só que agora são as dicas que mais ajudam a ganhar inscritos e isso é fundamental para ser um youtuber de sucesso.

#10 – Não Desista!

Pode parecer palavra motivacional, mas não é simplesmente isso!
Muita gente desiste devido à falta de resultados no início do projeto. Tem milhares de pessoas produzindo vídeos para o YouTube, não será da noite para o dia que você vai ter seus vídeos explodindo em visualizações.
Permaneça firme com seu propósito, busque sempre melhorar e conforme você for fazendo seus vídeos, você perceberá a evolução deles. Ao ponto de você rir dos primeiros vídeos, de tão profissionais que ficarão com o tempo.
Pra você ter uma ideia de como é importante não desistir… Conhece o Whindersson Nunes?
O cara é um fenômeno no YouTube! Está caminhado para ser o maior YouTuber do Brasil. Ele diz que passou três anos fazendo vídeos que ninguém assistia…Imagina se ele tivesse desistido?

#11 – Atenção Total aos Comentários

A nossa primeira avaliação do sucesso dos vídeos está no número de visualizações, mas, esse pode não ser o fator mais importante, principalmente se você está começando.
Tem um fator que devemos ter mais atenção, os comentários.
Os comentários nos mostram um nível alto de aceitação pelo público, ao ponto das pessoas quererem expressar sua opinião sobre o vídeo e interagir com você, por isso, responda todos os comentários.
Todos gostam de ter seus comentários respondidos, ninguém comenta simplesmente por comentar.
Mesmo que seja um simples elogio, agradeça. Se forem perguntas, responda, você vai ver como isso ajuda no crescimento do seu canal!
Indico, pelo menos no início, moderar os comentários, devido à possibilidade de Spam e comentários totalmente sem noção. Assim você já modera e responde a todos.

# 12 – Seja Você…

Um dos processos para conseguir sucesso é modelar alguém que já atingiu o sucesso.
Isso é muito estudado pela PNL – Programação Neuro Linguística, porém, modelar não é abrir mão da sua personalidade para tentar ser uma cópia de outra pessoa.
Deixe sua personalidade evidente nos vídeos, isso é bem simples. Seja Você!
E o mesmo se aplica nas demais redes sociais que você está presente.


#13 – Crie um Pauta de Conteúdo para o YouTube

Em meus treinamentos sempre falo da importância de se fazer uma pauta de conteúdo para as postagens no Blog.
O mesmo deve ser feito no YouTube, uma dica legal é fazer uma pauta de conteúdo com 50 títulos para produzir vídeos, pois você terá conteúdo para pelo menos um ano de produção.
Outro dica legal é a possibilidade de duplicar seus conteúdos, transformando postagens no Blog em vídeos e vice e versa.
Para fazer sua pauta, faça pesquisas no planejador de palavras-chave do Google, Google Trends e pesquisa com sua audiência.
Se você já tem uma lista de e-mail, mande para eles um e-mail perguntando o assunto que eles gostariam de saber mais.

#14 – Aprenda Mais, Mais e Mais…

Adote uma postura de melhoria contínua em todo o seu negócio online. Aprenda sempre mais e mais, para ir tornando cada vez melhor os seus conteúdos.
Busque as melhores técnicas para editar seus vídeos, entonação de voz, melhora do conteúdo… E veja seus vídeos fazendo sucesso no YouTube.

#15 – Não Deixe os Números Pararem Você

Muitas pessoas desistem do Canal no YouTube por não verem o crescimento dos números. Números de Comentários, número de visualizações, inscritos…
Não deixe os números te parar. Muitos que hoje tem um canal de sucesso no YouTube passaram até anos com pouca evolução nos números.
Faça a sua parte, faça o que tem que ser feito, com o tempo seus vídeos vão alcançar o público certo.

#16 – Estabeleça Metas

Eu sempre digo isso: Estabeleça Metas! As metas tem o extraordinário poder de nos levar a alcançá-las.
Coloque o seu canal como parte essencial do seu negócio. Se podemos dizer que o Blog é o coração do negócio online, o canal é o pulmão, não dá pra viver sem.
Mesmo que você não atinja todas as metas, a simples evolução já deve ser comemorada.
Ponto Importante: Não fique conferindo a todo instante como está à evolução das metas, reserve um dia na semana, a cada quinze dias ou até mensal. Para conferir a evolução e fazer os ajustes necessários na estratégia.

#17 – Goste de fazer vídeos

Se produzir vídeos é pra você um fardo, por favor, reveja seu pensamento.
Mude essa forma de pensar, procure gostar de produzir os vídeos.
As pessoas perceberão que seus vídeos são forçados. Quando gostamos do que fazemos as coisas fluem naturalmente.
Não faça por obrigação, se anime para produzir os vídeos, assim vai se tornar um prazer para você produzir os vídeos e eles terão mais chance de fazer sucesso.

Crescer o seu canal no YouTube

O seu foco deve ser em crescer o seu canal no YouTube, isso vai ser essencial para que você possa ter sucesso no YouTube.
Espero que este artigo tenha te ajudado com dicas para ser um YouTuber e te ajude a conseguir milhares de inscritos no seu canal!
                                                                     

Bônus – 13 Dicas Práticas para Aumentar as Visualizações no YouTube

Quando você está começando com o seu canal, ele ainda não tem nenhuma relevância para o YouTube, pois não tem nenhum inscrito, nenhuma visualização (ou quase nenhuma).
Mas não se preocupe, pois eu vou te ajudar a aumentar as suas visualizações e, consequentemente, sua relevância para o YouTube.
O YouTube é um verdadeiro fenômeno, muitas pessoas fizeram e fazem sucesso através do YouTube. E você também pode conseguir o seu espaço com vídeos no YouTube.

Dica #1 Divulgue nas redes sociais

Se você está começando agora, sem lista de e-mails, sem página no Facebook, sem perfil no Instagram, etc., eu te aconselho a começar o seu canal no YouTube, utilizando as dicas que você vai ver aqui, e começar a divulgar nas redes sociais.
Divulgar o seu canal nas redes sociais, talvez seja a maneira mais fácil de aumentar as visualizações, pois lá você pode postar em grupos relacionados ao seu nicho de mercado, você pode criar uma página para o seu negócio e postar os seus vídeos nela, estimular o compartilhamento, etc.
Além disso, você pode criar um perfil no Instagram, no Tweeter, Pinterest, etc. e deixar o seu link em cada rede social, em cada publicação que você fizer, de maneira totalmente orgânica, sem precisar investir nenhum centavo.https://www.nucleoexpert.com/marketing-nas-redes-sociais-o-guia-completo/
Então, se você está começando do zero, sem muito dinheiro para investir neste início, a melhor forma para começar a divulgar o seu canal, para aumentar as visualizações no YouTube, sem dúvida, são as redes sociais.




Inclusive, os vídeos que viralizam no YouTube, provavelmente possuem um conteúdo interessante, por isso que as pessoas interagem muito, aumentando cada vez mais as visualizações e impulsionando o crescimento daquele canal.
Por isso, que a principal técnica para aumentar as visualizações no YouTube e fazer o seu canal crescer, é focar na audiência que vai assistir aos seus vídeos, produzir conteúdo para atender  que as pessoas estão buscando. Um exemplo disso, é este artigo. Se você está lendo, tem interesse no assunto e faz parte da minha audiência alvo.
Então, antes de se preocupar nas estratégias de divulgação do seu canal, pense primeiro na qualidade do conteúdo que você vai criar para a sua audiência.
Crie um conteúdo interessante e de qualidade para que as pessoas curtam, compartilhem e comentem. Dessa forma, o YouTube vai entender que os seus vídeos são relevantes e vai começar a sugerir o seu conteúdo para outras pessoas, aumentando cada vez mais as suas visualizações.

Dica #2 Viralize os seus vídeos

Nesta dica você vai saber o que fazer para o seu vídeo fique aparecendo para as pessoas no YouTube.
Há uma técnica que funciona da seguinte maneira: Se uma grande quantidade de pessoas assistirem ao vídeo que você postou, nas primeiras 48 horas, é bem provável que ele fique aparecendo para muitas outras pessoas, como sugestão de vídeos relacionados.
Então, como fazer para ter muitas visualizações nas primeiras 24 ou 48 horas que você postar os seus vídeos?
Essa técnica vai funcionar quando você já tiver muitos inscritos no canal, pois são esses inscritos que vão visualizar mais rapidamente o seu conteúdo novo.
Mas, se você tiver algum local onde possa enviar uma notificação de vídeo novo no canal, envie uma notificação para todos eles.


Os locais que você pode enviar as notificações, assim que você postar os seus vídeos no canal são:

  • Lista de e-mail;
  • Blog;
  • Lista de Whatsapp;
  • Grupo de Whatsapp;
  • Página no Facebook;
  • Grupos no facebook;
  • Perfil no Instagram;
  • Perfil no Tweeter;
  • Qualquer outra rede social.

Dica #3 Título do vídeo

Quando você envia uma notificação que tem vídeo novo em seu canal do YouTube, os seus inscritos vão ver, primeiramente, a capa e o título do seu vídeo, portanto, eles precisam ser bastante chamativos, para que as pessoas tenham a curiosidade de clicar para assistir.
Escreva um título que chame muita atenção e que faça uma grande promessa, para que os inscritos queiram saber mais sobre aquilo e acabem clicando.
Use gatilhos mentais e palavras-chaves para criar os seus títulos.

Dica #4 Capa do vídeo

A capa precisa ter uma imagem curiosa, chamativa, que tenha cores fortes, com uma foto com uma expressão que desperta a curiosidade das pessoas.
Isso leva os inscritos a clicarem para ver o vídeo.
Escreva com fontes grandes na capa, pois elas aparecem pequenas nos resultados de buscas.

Dica #5 Tempo do vídeo

Evite criar vídeos muito longos, pois as pessoas são ansiosas e tendem a não assistir a um vídeo longo até o final e, muitas vezes, nem começam a assistir, quando percebem que é muito longo.
Procure gravar vídeos curtos, que vão direto ao ponto, para que as pessoas queiram clicar para assistir até o final.

Dica #6 Edição do vídeo

Edite o seu vídeo, de maneira que ele fique com uma boa qualidade, para que as pessoas assistam e compartilhem nas redes sociais, aumentando as visualizações.

Dica #7 Chamada para Ação

Faça chamadas para ação para que as pessoas continuem assistindo ao seu vídeo, prometa algo a mais durante o vídeo, que só vai ser mostrado no final, pois quanto mais tempo as pessoas permanecerem em seu vídeo, mais relevância o seu canal terá para o YouTube.

Dica #8 Fontes de tráfego

Muitos afiliados acham que as pessoas utilizam o YouTube para fazer buscas e focam muito nessa parte, como principal estratégia.
Mas, na verdade, a principal fonte de tráfego, dentro do YouTube são os “vídeos sugeridos”, que são aqueles vídeos que aparecem do lado, quando a pessoa está assistindo a um vídeo.

Então, as 3 principais fontes de tráfego que você deve focar seus esforços são, respectivamente:

  1. Vídeos sugeridos;
  2. Busca:
  3. Tráfego externo.


Como fazer o seu vídeo aparecer em “vídeos sugeridos”

  • Tenha um conteúdo de qualidade;
  • Impulsione as visualizações nas primeiras 48 horas que o vídeo foi publicado;
  • Utilize tags e o nome do seu vídeo, de maneira estratégica.
Copie as tags (no código fonte) dos vídeos relacionados e que possuam muitas visualizações e cole no seu vídeo.
Crie o título do seu vídeo parecido com o título desses vídeos, pois, quando as pessoas estiverem assistindo a esses vídeos mais acessados, que possuem essas tags com as palavras-chaves que você copiou, é bem provável que o seu vídeo apareça como vídeo sugerido por estar utilizando as mesmas tags e com um título parecido.

Como fazer o seu vídeo aparecer nas buscas

Para que o seu vídeo apareça quando alguém fizer uma busca no YouTube (ou mesmo no Google), você precisa:
  • Identificar o que as pessoas estão buscando;
  • Crie conteúdos com os assuntos mais buscados no YouTube;
  • Utilize palavras-chaves no título e na descrição;
  • Utilize termos que já são buscados, como o título do seu vídeo;
  • Faça uma boa descrição, com cerca de 300 palavras e inclua palavras-chaves;
  • Colocar palavras-chaves nas tags.

Como fazer o seu vídeo receber tráfego de fontes externas

  • Construa listas;
  • Adicione tags na descrição;
  • Crie bons textos na descrição, com um resumo do que a pessoa vai assistir no vídeo;


Dica #9 Top conteúdos

Para conseguir aumentar as visualizações no YouTube, você também pode criar vídeos com conteúdo tops.

Por exemplo:

De acordo com o seu nicho e com o tipo de conteúdo que você quer criar, procure por canais que falem sobre o mesmo tipo de conteúdo que o seu e veja quais são os vídeos mais visualizados e crie os seus vídeos baseados nesses, que são “top conteúdos”.
Pois o conteúdo desses vídeos, com certeza são de interesse do seu público-alvo também e vai ajudar a fazer o seu canal crescer.

Dica #10 Mantenha outras redes sociais em conjunto

Essa dica também vai te ajudar a aumentar as visualizações no YouTube.
Então, mantenha as redes sociais em conjunto, para divulgar os seus vídeos do canal. Cada vez que você publicar um vídeo novo no YouTube, publique em todas as outras redes sociais que você tiver.
Essa estratégia vai aumentar as visualizações no YouTube, pois, se uma pessoa não tiver um canal ou um perfil em uma determinada rede social, ela vai ter em outra que você também publicou o seu vídeo.
Sempre tenha outras redes sociais trabalhando em conjunto, para te dar um suporte para trazer mais e mais pessoas para dentro do seu canal no YouTube, aumentando as visualizações.
Você pode utilizar, para aumentar as visualizações do YouTube:
  • Perfil no Facebook;
  • Página no Facebook;
  • Grupo no Facebook;
  • Instagram;
  • Tweeter;
use o canva para ediçao de videos, fotos +
+ veja também;  Canva para Negócios

No final do link do seu canal, acrescente: ?sub_confirmation=1 para quando as pessoas clicarem nesse link, o YouTube abra direto em uma janela, pedindo para que as pessoas se inscrevam no canal. Isso aumenta os inscritos em seu canal, aumentando as visualizações dos vídeos que você postar.

Dica #11 Peça para que se inscrevam e comentem

Muitas pessoas não se inscrevem e não deixam comentários em seu canal porque, simplesmente, você não pede. Então, peça!
Pedir para quem está assistindo ao seu vídeo se inscrever e deixar um comentário em seu canal é muito importante para aumentar as visualizações no YouTube, fazendo o seu canal crescer cada vez mais.

Dica #12 Construa uma lista de e-mails

Como empreendedor digital, você deve saber o quanto construir lista é importante, pois, cada vez que você publicar um vídeo novo no seu canal do YouTube, você envia a notificação para a sua lista e muitas pessoas acessam o seu canal, principalmente nas primeiras 48 horas, o que também faz ter muitas visualizações no YouTube.

Dica #13 Impulsione os seus vídeos de forma paga

Se você está disposto a investir dinheiro para ter sucesso no YouTube, você pode, por exemplo, publicar o seu vídeo em sua página no Facebook e impulsionar a publicação, pagando 20, 50, 100 reais, etc. e, com certeza o seu vídeo vai ter um alcance de milhares de visualizações.
Então, nesse início, se você tiver um dinheiro para investir, será muito bom para aumentar as visualizações dos seus vídeos no YouTube, mas não é obrigatório investir dinheiro nesse início.

Conclusão

Com as dicas que você viu aqui, neste artigo, você já consegue crescer as visualizações dos vídeos no YouTube, para fazer com que o seu canal cresça cada dia mais, trazendo sucesso para o seu negócio no marketing digital ou até mesmo se você só quer ganhar dinheiro com anúncios do Adsense.
Tenho certeza de que, se você seguir direitinho cada dica que viu aqui, você vai chegar cada vez mais perto das suas metas e do objetivo que você traçou para o seu negócio.
Essas 13 dicas vão te ajudar a dar os primeiros passos em direção ao resultado que você deseja alcançar.

"Como GANHAR DINHEIRO no YOUTUBE | Aula Completa"




Hoje você vai aprender como ganhar dinheiro no YouTube!
Depois que eu comecei a usar o YouTube, meu negócio online decolou e me ajudou a faturar muito.
Neste artigo você vai encontrar o melhor método para ganhar dinheiro no YouTube.
Olha… ainda não vi ninguém ensinando isso por aí, neste formato de aula completa e passo a passo.



Muitos empreendedores digitais, que trabalham com vendas, utilizam o YouTube para promover de seus produtos.
Quando eu falo sobre YouTube, uma das maiores dificuldades que os meus alunos têm é a necessidade de aparecer nos vídeos.
Mas não se preocupe, aqui neste artigo vou te ensinar inclusive a ganhar dinheiro no YouTube sem aparecer nos vídeos!

Quando falamos sobre como ganhar dinheiro no YouTube a primeira forma que vem a mente é: ganhar dinheiro com anúncios nos vídeos.
É isso o que a maioria faz para ganhar dinheiro com o YouTube, mas será que essa é a forma mais rentável? Vou te mostrar que não.
O YouTube usa o programa Google Adsense para que os criadores de vídeos ganhem dinheiro, mas esse programa paga centavos.
Para que você possa ganhar algum dinheiro com o Adsense, é preciso ter um canal com muitos inscritos e muitos views.
Dessa forma, a melhor opção é usar o marketing de afiliados, ganhando comissões altíssimas!
Se você não entende bulufas sobre afiliados ou já está nesse mercado e quer uma estratégia altamente efetiva…
Fique comigo até o final deste artigo e você vai aprender tudo sobre como ganhar dinheiro no YouTube.

Como Ganhar Dinheiro no YouTube: Afiliado de Produtos Digitais

Neste artigo você vai aprender todos os conceitos para ganhar dinheiro com o YouTube.
Por isso, é importantíssimo que você leia este artigo até o final!
E também, se você ficar com qualquer dúvida, basta comentar que eu vou te ajudar.
O meu objetivo é te ajudar a ter sucesso no YouTube.

 O que são produtos digitais

Antes de você aprender a como ganhar dinheiro no YouTube, vamos entender o que são produtos digitais.
Produtos digitais são treinamentos, cursos, conteúdos digitais que você pode oferecer para pessoas que vão assistir os seus vídeos.
A venda de produtos digitais está aumentando a cada dia, aliás, a cada dia aumenta o número de pessoas na internet.
E tudo isso deixa esse mercado com um alto potencial para ganhar dinheiro.
Faça o teste: Pergunte a 10 pessoas do seu convívio se elas sabem que é possível ganhar dinheiro na internet com o marketing de afiliados.
Você vai se surpreender como a maioria desconhece este mercado.
Este mercado funciona de uma forma muito simples:
Você se cadastra nas plataformas de produtos digitais, divulga os produtos através de um link e ganhar comissões que vão de 30% a 80% do valor de venda do produto.
Isto mesmo que você leu! Comissões que chegam a 80% do valor de venda do produto!
E um ponto extremamente motivador para criar vídeos para recomendar produtos de afiliado, é que os vídeos ficam lá, praticamente, para sempre!
Com potencial de realizar vendas a qualquer momento. Eu tenho vídeo de 2016 que ainda realizam vendas!
Vamos continuar…

Onde encontrar produtos digitais para promover no YouTube

Os iniciantes geralmente tem muitas dúvidas quanto a isso:
“- O que eu vou vender para ganhar dinheiro no YouTube?”
“- O que são produtos digitais?”
“- Como eu vou receber o dinheiro das comissões?”
Calma… Fique tranquilo. Todas essas dúvidas serão respondidas aqui.
Para que o mercado de afiliados funcione corretamente e com segurança, existem as plataformas de produtos digitais.
É por elas que você vai escolher os produtos que você vai indicar nos seus vídeos no YouTube. E também receber as comissões.
Existem várias plataformas e programas de afiliado, eu vou recomendar três plataformas.
Abaixo você vai ter acesso a um guia completo de como se cadastrar em cada uma delas.

Plataformas Recomendadas

  • Hotmart
  • Eduzz
  • Monetize
Após ter feito o cadastro, basta entrar na plataforma e escolher seus produtos.
Uma ótima dica para você que está iniciando é: dê uma olhada com calma na plataforma, olhe vários infoprodutos (produtos digitais) antes de escolher o que vai promover.
Escolher os produtos digitais é o primeiro passo se realmente você quer aprender a como ganhar dinheiro no YouTube.
Nos artigos que eu indiquei acima eu explico como escolher os melhores produtos em cada uma dessas plataformas.

Como começar a Ganhar Dinheiro no YouTube

O primeiro passo para promover produtos digitais no YouTube é criar um canal no YouTube. E parece algo um pouco óbvio, mas você precisa ter um pouco de atenção.
E isso por que você ao criar o seu canal, estará também criando uma marca de negócios.
Por isso, escolha o nome com cuidado, já pense em criar uma marca.
Além disso, você precisa de uma logo ou foto para seu perfil e também para a capa.
Use ferramentas de edição de foto, crie uma capa bem chamativa, uma foto de perfil com ótima resolução, esse vai ser o primeiro contato que muitos vão ter com seu canal, vale a pena investir.
Se não quer pagar para ter uma foto de capa e perfil, faça você mesmo, eu indico a ferramenta CANVA, uma ótima ferramenta que permite muitas opções de designer gráfico.
Aprendendo como ganhar dinheiro no YouTube? Vamos continuar…

Como promover os produtos digitais no YouTube

Uma coisa que você precisa ter em mente é que as pessoas não estão indo assistir vídeos no YouTube para comprar produtos.
Elas estão querendo assistir um determinado conteúdo. Querem saber algo sobre algum assunto.
Por isso, o seu canal do YouTube precisa ter alguma temática.
Pode ser até uma temática ampla, como estilo de vida, ou vlogs.
Quando você opta por uma modalidade mais ampla, você consegue promover vários produtos, mesmo que não tenham relação direta entre eles.
Se você tem um canal sobre estilo de vida, poderá promover produtos para pessoa emagrecer ou produtos para ela trabalhar em casa.
Mas se você deseja ter ou tem um canal mais focado (também chamado de canal nichado) em um determinado assunto, o ideal é escolher produtos que tenham relação com o assunto do seu vídeo.

Como produzir vídeos para o YouTube

Se você realmente quer saber como ganhar dinheiro no Youtube, precisa saber como criar vídeos.
Vamos falar um pouco sobre vídeos, aliás, o YouTube consiste em produção de vídeos.
Você vai aprender agora três formas para criar os seus vídeos:
  • 1º Tipo de vídeo – Vídeos próprios (aparecendo)

Essa é uma forma bem comum de produção de vídeo, se fizermos uma pesquisa, vamos ver que pessoas que utilizam essa forma de gravação de vídeo alcançam mais resultados.
Isso porque a criação de vídeos “aparecendo” gera mais credibilidade e mais confiança para seus seguidores.
Eu sei que é muito difícil gravar vídeo no início. Mas o que não é difícil no início?
Com o tempo, e se você decidir ter sucesso no YouTube, vai conseguir gravar vídeos de primeira qualidade.
Inclusive você consegue fazer isso usando o seu celular.
A maioria dos Smartfones atuais tem câmeras que gravam em full hd, e você pode usar o próprio fone do celular como microfone.

  • 2º Tipo de vídeo – Gravação de Tela

A gravação da tela é um formato de vídeo muito utilizado em vídeo aulas, isso porque pode usar slides, mapas mentais ou qualquer recurso mostrado diretamente na tela do computador.
Muitas pessoas usam esse tipo de vídeo para ganhar dinheiro no YouTube e conseguem resultados expressivos.
Por exemplo, se você tem um canal de marketing digital, pode fazer uma vídeo-aula ensinado como usar uma ferramenta e recomendar esta ferramenta com um link de afiliado.
Dessa forma você cria um conteúdo relevante e faz vendas como afiliado.
Nesta modalidade de vídeo, você tem a opção de aparecer ou não (aparecendo em um canto do vídeo).
Eu não costumo usar muita essa modalidade, mas já utilizei em alguns vídeos mais didáticos, usando mapas-mentais e slides.
Já no Fórmula Negócio Online, eu gravei todos os vídeos dessa forma.
Para criar os vídeos você pode usar slides do Power Point ou Google Docs.
Se preferir pode usar ferramentas para criar mapas mentais, como o MindMeister que permite criar três mapas gratuitamente.

  • 3º Tipo de vídeo – Promoção de vídeos

Essa é outra forma bem comum, o dono do canal não aparece, nem se quer a voz.
Ele baixa vídeos de canais aberto, cria um canal e começa a publicar vídeos, divulga os links, e espera pelos resultados.
Para você entender melhor, vamos a um exemplo:
– Imagine que a Rede Globo transmitiu uma reportagem sobre emagrecimento…
Você pode baixar essa reportagem, se afiliar a um produto sobre emagrecimento, publicar o vídeo da reportagem e divulgar seu link na descrição.
Mas atenção, nunca faça plágio de outros canais do YouTube, isso é crime e pode gerar grandes problemas.
Publique conteúdos que sejam livres, que possam ser republicados, lembre-se de citar a fonte original na descrição do vídeo.
Se você optar por essa modalidade de vídeos, crie canais específicos para isso.
Não recomendo que você usa essa modalidade em um canal que você usa para atuar como afiliado onde você aparece nos vídeos ou grava a tela do computador para os vídeos.
Bom, acredito de verdade que se você realmente decidir ter sucesso no YouTube vai conseguir!
Continue comigo no artigo, tenho mais dicas pra você!


Aprenda como criar vídeos para o YouTube

Como encontrar conteúdo para os seus vídeos

Muitas pessoas me dizem que tem dificuldade em encontrar conteúdo para os seus vídeos.
Mas essa é uma dificuldade que pode ser superada facilmente.
Podemos encontrar conteúdo para criar qualquer tipo de vídeo no Google.
Para fazer isso, comece definindo qual o tema de seu vídeo.
Depois, faça uma pesquisa no Google sobre o tema que você quer falar no vídeo.
Leia artigos, assista vídeos, tire o melhor deles. Mas não faça plágio! Use para se inspirar e criar o seu próprio conteúdo.
Plágio é algo meio que inadmissível, tira toda a sua credibilidade e reduz suas chances de vender e ganhar dinheiro com o YouTube.
Outra dúvida frequente que eu recebo é “Posso criar um canal e falar de um assunto que não possuo domínio?”
Sim, você pode fazer isso. Você terá duas opções para isso:
1 – Estudar os assuntos para poder falar (como eu disse anteriormente);
2 – Contratar um redator freelance para criar o roteiro do vídeo para que você possa gravar.
Produzir conteúdo não é um bicho de sete cabeças, toda dificuldade inicial será superada com dedicação e foco.
Tudo aquilo que nos dispomos a fazer com comprometimento é possível. Tem que entrar no jogo para ganhar.
Assim, com certeza você vai conseguir criar excelentes vídeos e ganhar dinheiro no YouTube.
Uma grande dica na produção de vídeos é a qualidade. Mesmo que você use o seu celular para gravar.
Se empenhe para fazer o melhor possível com o que você tem em mãos.
Não deixe a falta de recursos te travar.
Faça o melhor que você pode usando tudo o que você tem.

Como ganhar dinheiro com seu canal no YouTube

Uma vez entendido como produzir vídeos, vamos agora para o mais esperado, como ganhar dinheiro no YouTube.
Basicamente para todos os tipos de produção de vídeo podemos usar a mesma estratégia.
Você precisa fazer uma chamada para ação, no início de seus vídeos.
Normalmente as pessoas que gravam vídeo deixam essa chamada para ação para o final do vídeo.
Mas são raras as pessoas que assistem os vídeos até o final, por isso, é importante que faça essa chamada no início do vídeo.
Além disso, você precisa espalhar o seu link de afiliado no YouTube.
Coloque o link na descrição do vídeo, use cards e coloque também no primeiro comentário.
Nesse primeiro comentário, faça uma chamada para o produto, dando uma pequena recomendação.
Não coloque todo aquele link gigantesco que a Hotmart (ou Eduzz ou Monetizze) disponibiliza, encurte essa URL com o bit.ly, copie esse link gerado, e cole na descrição do seu vídeo.
Caso você já tenha o seu Blog, use o plugin pretty links para deixar os seus links mais bem apresentáveis.
Se você ainda não tem o seu blog, aprenda como criar o seu blog aqui.

Como Divulgar os Seus Vídeos do  YouTube

Não vai adiantar produzir um vídeo com uma excelente edição, com um ótimo conteúdo, se não souber divulgar.
A divulgação é o que vai garantir o sucesso dos seus vídeos, e consequentemente te levar a ganhar dinheiro no YouTube.
O ponto do sucesso para de fato te levar a ganhar dinheiro no YouTube é dominar a divulgação, e isso é feito na sua estrutura de marketing.
Eu sempre falo isso, sou até meio repetitivo. As pessoas que realmente ganham dinheiro na internet, são aquelas que montam uma estrutura online.
A estrutura online é o que vai garantir que o seu vídeo chegue até os potenciais compradores.
Vamos a alguns canais para você divulgar o seu vídeo.

Facebook:

Você pode divulgar na sua página do facebook ou no seu próprio perfil, pagando ou não pagando anúncio por ele.
Utilize as técnicas de divulgação nessa plataforma que você já conhece, com pequenos textos e títulos chamativos.
E não restrinja apenas ao Facebook, use o Instagram de forma integrada. Os seguidores do Instagram tender a ser muito engajados.

Blog:

O Blog ajuda muito na divulgação, sem contar que você pode transformar os seus vídeos em artigos e os seus artigos em vídeos.
Você pode inclusive colocar vídeos nos seus artigos, como por exemplo, este artigo que tem um vídeo no final dele.

Técnicas de SEO para vídeos:

As técnicas de SEO geralmente são usadas em sites e blogs. Porém, mas recentemente passaram a ser usadas para o YouTube.
Elas ajudam a posicionar os seus vídeos no YouTube e no próprio Google, se você reparar, as pesquisas feitas no Google mostram muitas vezes vídeos nos resultados das buscas.
Para otimizar os seus vídeos, estude os artigos de SEO aqui no Blog e siga essas dicas.
Coloque palavras chave no título do vídeo, faça uma boa descrição, com um texto em que você coloque a palavra-chave e use hashtags.

Publicar vídeos com frequência:

É importante que a postagem de seus vídeos seja constante.
Não poste apenas 1 vídeo por mês, no mínimo você deve postar 1 vídeo na semana, para tornar seu canal consistente.
Publicar vídeos com frequência é fundamental para que o YouTube divulgue o seu vídeo para novas pessoas.
Sem contar que isso fideliza a sua audiência no YouTube.
Um dos pontos que tem feito o meu canal crescer, e consequentemente me levado a ganhar dinheiro com YouTube é a frequência em que eu publico os vídeos.
Publico vídeos três vezes por semana, crie o seu calendário de publicações e siga-o.

Um grande segredo:

Utilize o mesmo nome do vídeo que está melhor ranqueado.
Faça uma pesquisa sobre o conteúdo de seu vídeo, veja o vídeo que está na primeira posição da busca, copie o título dele, e coloque no seu vídeo.
Suas chances de aparecer como sugestão da própria plataforma vão aumentar bastante.
Claro que não é copiar integralmente, mas usar as mesmas palavras-chave.

Dica

Use um sistema de Email Marketing para capturar contatos (leads) para te ajudar no seu negócio. Dessa forma, você cria um ciclo de crescimento do seu canal no YouTube.
Faça isso de uma forma bem simples, use o YouTube para capturar leads e depois mande email para eles quando você publicar novamente.
Essa é outra dúvida muito comum que eu recebo: “Alex, eu realmente preciso do YouTube para ganhar dinheiro?”
Não, o YouTube não é uma obrigação, eu sempre digo que o YouTube é um dos pilares de um negócio online.
Então, se você não quiser usar o YouTube, por não gostar de gravar vídeos ou qualquer outro motivo que seja, saiba que você pode usar outras formas para ganhar dinheiro.

MAIS RECOMENDADOS

Marketing Digital em 2020: saiba quais são as 7 maiores tendências

Marketing Digital em 2020: saiba quais são as 7 maiores tendências Entra ano, sai ano e o  Marketing Digital  segue se consolidando como uma...